Em Lua Cheia Rosa, do Ovo, do Peixe


Depois de uma noite de Lua Cheia com efeitos no pré e no pós iluminar do céu.
Pois o iluminar não é apenas de um céu exterior, mas de um universo que tod@s somos.

Uma Lua Cheia em Balança, o meu signo e o signo de muita gente mais.
Uma Lua que chama o equilíbrio, o Amor, o relacionamento equilibrado. Como isto se manifesta depende de cada pessoa. Não há uma única fórmula para nada e estes tempos de quarentena revelam isso mesmo!

Como referi antes, são tempos de ir para dentro, mas não falo apenas de uma casa física!
Quanto tempo te dedicas normalmente?
Quanto tempo paras e olhas de uma forma profunda?
Quanto tempo te dedicas à observação contemplativa de ti mesm@?
E nesta contemplação, põe o foco também nos teus relacionamentos.
Pois "tu" é universal, comunitário também.
Dedicas-te amorosamente e de uma forma cuidada e atenciosa aos teus amigos, familiares e mesmo qualquer pessoa que encontras na rua? E como se revela essa dedicação? Real? De mais, de menos?
E como te dedicas à Natureza?

Por aqui, a Lua tem afectado o equilíbrio físico de uma forma profunda.
Como se o corpo estivesse a viver num barco, constantemente!
Não é agradável de todo, mas parece ser necessário! Parece estar num ajuste a novos tempos e a uma nova qualidade de vida. Seja o que for, o equilíbrio é chamado, a ponderação antes da acção e o amor (próprio e pelo todo).

Muita gente me pergunta se a minha vida mudou de alguma forma visto viver no campo. A minha resposta tem sido sempre a mesma: sim e não!
Em termos práticos as coisas não parecem ter mudado muito, mas por outro lado a mudança é diária e profunda! O contacto telefónico com a família é muito mais regular, a organização prática diária chama muito mais ao equilíbrio e à serenidade, o impulso criativo não para, não saio fora do nosso terreno para ir às compras pois as compras vêm até nós, o tempo passado no terreno é bastante mais produtivo. No entanto, há amigos que deixei de ver e de estar fisicamente, mas que contacto regularmente por telefone ou por vídeo chamada e sinto que o dia a dia é diferente!
Que diferença é esta?
O Mundo está completamente diferente! Como poderia eu não sentir esses efeitos? Eu não sou separada de nada!

Será tudo isto necessário para acordar a humanidade?
Não será a paragem obrigatória um acordar para a realidade?
Uma realidade de confrontação com aquilo que é, não só em cada um de nós, mas também no mundo em geral?

Eu estou a questionar tudo!
E tu, questionas ou aceitas tudo?
Um questionar que vem de curiosidade e não de dúvida. Porque o que este tempo lunar me mostra é mesmo a luz ao fundo do túnel e acho que aquilo que está a ser revelado é que na verdade, essa luz já é e não precisamos de esperar pacientemente ou mesmo caminhar nesse túnel para ver a luz. A luz não só é, como cada um de nós é essa luz.
Então para quê esperar pelo fim do confinamento para te expressares, para seres verdadeiramente e de forma profunda?

Por agora, além destas questões, deixo-te uma lista dos meus aliados naturais neste tempo e a forma que os uso. Talvez encontres um aliado com que ressoes:

🌸 Porque a violeta está a "bombar" em todos os caminhos destes lados, não resisti à sua beleza e integridade. Uma flor que apoia na transformação profunda e que revela serenidade e paciência. Carinho e amor. Atenção cuidada ao próprio e ao próximo. Uma flor casa para as borboletas.

🌼 A carqueja tem-se revelado uma amiga e tanto! Chama os ancestrais e a sua sabedoria profunda e a abundância que é esta vida, mas que teimamos em ignorar. Para saberes mais sobre a carqueja, vai à cozinha, faz o teu chá preferido e junta-te a mim para mais um Cházinho.

🌿 A menta para a digestão de tudo. Faço imensas infusões: simplesmente fervo água, desligo o lume e depois adiciono umas folhinhas de menta fresca ou seca e deixo repousar por 10 minutos. Depois disso não me acanho e bebo esta infusão durante todo o dia.

💻 A turmalina preta está sempre ao lado do computador, ou se isso não for possível, está na entrada da casa. As radiações electromagnéticas do próprio computador, do router e toda a energia de confusão da internet.

🤸🏽‍♀️ Movimento físico: seja dança ou uma prática física como alongamentos ou caminhada (eu faço os exercícios físicos da clínica Bone and Body como continuação do tratamento que fiz na Índia).

🥗 Alimentação cuidada e amorosa. Tenho partilhado imenso no Instagram (tanto nos posts como nas stories ou vídeos) e no Facebook.

🥛 Hidratação constante interna e externa. Bebendo imensa água e infusões diariamente e hidratando a pele com um óleo adequado. No meu caso, eu faço uma mistura de óleos que aplico de manhã e ao fim do dia e essa mistura tem sempre óleo de ricínio e óleo de côco - ideal para a minha pele, mas não para todas).

🙏🏾 Meditação e contemplação. Práticas essenciais. Eu sei que sou tudo, que já sou completa que não preciso de nada mais do que aquilo que sou, mas a distracção é, por vezes, real. Assim, mantenho práticas diárias de meditação e contemplação (debruço-me sobre o que surge no momento ou um tema específico após meditação).

👩🏾‍🌾 Trabalho no terreno, mãos na terra, sementes a crescerem, árvores a podar e flores a surgir. Que maravilha a imersão prática na terra! Explora aquilo que tenho vindo a partilhar aqui e aqui.

Teria muito mais a dizer, mas por agora fico por aqui.

Que a Lua seja mais um incentivo para a verdade e o equilíbrio.

Abraço-vos com muito amor,
Raquel PW

_______________________________

Oração ao Vírus

Abençoado sejas por teres chegado.
Teres sido criado por quem foste criado.
Por surgires em almas desesperadas.
Por ouvires o coração de quem bate por mudança.
Por seres.
Por destruíres.
Por capacitares e mostrares a capacidade de amar.

Amar o outro que não é outro.
Amar quem se é.
Mostrando os desesperos de convicções alarmistas ou despreocupadas.
No espelho da ignorância e da despreocupação.
Na ignorância das acções.
Na ignorância do efeito em tudo e todos.

Que a sabedoria venha ao de cima.
Que as almas se reencontrem na sua plenitude.
Que se aceite e se mude.
Que se altere a visão na perspectiva maior.
Que se percebe que se é um todo.

Pois o mundo está a rodar em uníssono.
Pois parece que tudo está parado, mas na verdade tudo se está a mover.
Às vezes parece mais rápido do que o normal.
E às vezes parece que tudo é muito lento.

Sente-se o alívio e o desespero da paragem.

Afinal, o que é isto tudo?